Convenção coletiva e valorização da profissão docente

O mês de março é tradicionalmente marcado pelas negociações relativas ao acordo coletivo de professores e funcionários de escolas particulares. Este ano, em que o diálogo entre os sindicatos está particularmente acirrado, exigindo decisão judicial (dissídio) e podendo estender por meses os debates, estão crescendo as ações com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a necessidade de valorização do trabalho docente. Trata-se, também, em sentido mais amplo, de reafirmar a importância da educação no projeto de futuro do país.

Os professores do Santa Cruz, solidários à sua categoria, têm se manifestado, em redes sociais e eventos públicos, a respeito do assunto, questionando as alterações e supressões de cláusulas de sua convenção coletiva.

Esclarecemos que estamos em permanente diálogo com os professores e atuando junto a um grupo representativo de escolas (leia-se a esse respeito a manifestação da Associação Brasileira de Escolas Particulares, ABEPAR, da qual o Colégio Santa Cruz faz parte) para que haja uma solução breve e conciliadora das negociações: nossas instituições, verdadeiramente comprometidas com a educação, reconhecem o valor de seus educadores, mantendo remuneração digna, proteção social e boas condições de trabalho.

Sabemos que estamos diante de tema que pode suscitar debates acalorados. Como instituição escolar, nosso compromisso é com a pluralidade de opiniões e com a democracia; esperamos, ainda, poder contar com uma comunidade atenta para que o diálogo e o respeito estejam sempre preservados.

Equipe da direção do Colégio Santa Cruz

***

Reproduzimos abaixo o início da carta dos professores encaminhada à comunidade do Colégio.

À COMUNIDADE DO COLÉGIO SANTA CRUZ

Reconhecemos a importância do diálogo e dos gestos de apoio à manutenção das cláusulas da Convenção de Trabalho dos Professores. Agradecemos a carta encaminhada à comunidade escolar, por explicitar a necessidade de se valorizar o ofício do professor e a importância disso para a boa construção do ambiente escolar. Reafirmamos, em consonância com a Direção, a relevância de se manterem constantemente abertos os canais de diálogo entre o corpo docente e o corpo dirigente da Escola.

Todavia compreendemos que esses aspectos que nos tranquilizam como professores do Colégio Santa Cruz não têm como contemplar a situação geral da categoria dos professores das escolas particulares. Em vista disso, sentimos a premência de manifestarmos nossas preocupações com o que está ocorrendo neste momento no Brasil, para além dos muros da Escola. Movidos pelo sentimento de solidariedade e pelo envolvimento com questões de alcance maior que o de nossas condições internas de trabalho, e em defesa da Educação, aprovamos em assembleia a divulgação do texto abaixo.

Professores do Colégio Santa Cruz

LEIA A  ÍNTEGRA DA CARTA DOS PROFESSORES ENCAMINHADA À COMUNIDADE DO COLÉGIO

 

 

 

arrow_back Voltar para Notícias